Danos Morais e Materiais: Qual a diferença entre eles?

Entenda de uma vez por todas qual a diferença entre Danos Morais e Materiais…

Muitas pessoas têm dúvidas quando o assunto envolve a questão da Indenização por Danos Morais e Materiais, e frequentemente acabam se confundindo. Pois bem, para evitar situações confusas novamente, vamos esclarecer de uma vez por todas esses dois elementos.

danos-morais-e-materiais-qual-a-diferenca-entre-eles-indenizacao

Danos Morais e Materiais

Qual a diferença entre Danos Morais e Materiais?

Bem, antes de analisarmos qual a diferença entre eles, vamos entender primeiro o que significa cada um desses elementos, assim tudo ficará mais claro na hora de vermos qual a diferença principal entre eles.

Apesar de já termos tratado dos danos morais aqui no blog, mais precisamente neste artigo, vamos ver um breve resumo para entender do que se trata:

Danos Morais

Os danos morais são aqueles relativos à moral de uma pessoa, que estão ligados à sua intimidade, sua honra, sua dignidade, ou seja, todos aqueles danos que uma pessoa sofre na sua esfera íntima, que repercutem direto na sua saúde física e psíquica.

Uma pessoa que é vítima de danos morais pode acabar tendo enormes complicações médicas e psicológicas, em razão desses danos, e com isso pode ter sua vida pessoal e profissional seriamente afetadas, causando término de relacionamentos, perda de empregos etc.

Um exemplo de danos morais é quando alguém é humilhado em um ambiente público, na frente de outras pessoas, o que pode acarretar diversos transtornos para a sua vida a partir daquele episódio.

   

Danos Materiais

Já os danos materiais, como o nome sugere, diz respeito aos bens materiais de uma pessoa, de modo geral, ou seja, são todos aqueles danos que alguém sofre em seu patrimônio, como carro, casa etc., ou mesmo aqueles danos físicos que sofre em seu corpo.

Neste último caso, vamos pegar como exemplo alguém que tem uma fratura mais grave, em decorrência de uma agressão física por parte de outra pessoa, e tem que ser submetida a cirurgias e a tratamentos medicamentosos, fisioterapia e tudo mais.

Nessa situação, a Indenização por Danos Materiais vai servir justamente para reparar todos os gastos que essa pessoa teve com a cirurgia, medicamentos, fisioterapia etc.

Danos Morais e Materiais

Depois de tudo o que vimos até agora, ficou mais fácil de entender qual a diferença entre danos morais e materiais, não é mesmo? Resumidamente, a principal diferença é que o dano moral é aquele que atinge o lado moral de um indivíduo, enquanto o dano material afeta o seu patrimônio.

Assim, utilizando o mesmo exemplo médico acima, digamos que a vítima também desenvolveu alguns problemas psicológicos depois, como depressão ou alguma fobia, em razão das agressões, o que arruinou completamente a sua vida pessoal e profissional.

Com isso, ela tem direito à uma Indenização por Danos Morais e Materiais. Danos Materiais por conta dos gastos médicos, tratamentos etc., e os Danos Morais por conta de todo o transtorno que teve em sua vida, com as doenças que decorreram das agressões.

Caso você queira saber mais sobre os Danos Morais, eu convido você a conhecer o e-book sobre Danos Morais que escrevi. Nele, eu abordo todo o passo-a-passo para você entrar com uma Ação de Indenização, inclusive as situações em que você não precisa gastar dinheiro com Advogados. Confira!